quarta-feira, 1 de fevereiro de 2012

Amarildo, o 'Possesso'

dados estatísticos e súmulas: pesquisa de Pedro Varanda; colaboração: Claudio Falcão


Seu nome é Amarildo Tavares da Silveira, tendo nascido a 29 de julho de 1939 em Campos dos Goytacazes (RJ). O grande atacante ficou conhecido pela alcunha de ‘O Possesso’, após sua brilhante participação na Copa do Mundo de 1962, no Chile.

Estreia de Amarildo no Botafogo:
BOTAFOGO 2 x 2 CANTO DO RIO
Data: 01/11/1958
Local: Maracanã, Rio de Janeiro
Árbitro: Guálter Gama e Castro
Competição: Campeonato Carioca
Gols: Santos, aos 28’ (1° tempo); Pinheiro, aos 20’, Quarentinha, aos 31’ e Garrincha, aos 37’ (2° tempo)
Botafogo: Ernâni, Cacá, Domício e Nílton Santos; Pampolini e Ronald; Garrincha, Amarildo, Paulinho Valentim, Édison e Quarentinha. Técnico: João Saldanha
Canto do Rio: Pedro, Iberê, Luciano e Floriano; Ricardo e Dodoca; Caboclo, Pinheiro, Santos, Paulinho e Quincas. Técnico: Ely do Amparo
Obs.: Garrincha, aos 28’ do 2° tempo, cobrou um pênalti e Pedro defendeu para escanteio.
Fontes: Diário de Notícias, Jornal do Brasil e O Jornal

Primeiro gol de Amarildo pelo time principal do Botafogo:
BOTAFOGO 2 x 1 SEVILLA
Data: 29/06/1959
Local: Sánchez Pizjuán, Sevilha
Árbitro: Sr. Cabrera
Competição: Amistoso
Gols: Quarentinha, aos 5’, Amarildo, aos 37’ e Navarro, aos 38’ (todos no 2° tempo)
Botafogo: Ernâni (Adalberto), Cacá, Cetale (Ronald), Nílton Santos e Chicão; Pampolini e Tião Macalé; Garrincha, Quarentinha (Amarildo), Rossi (Édison) e Zagallo (Neyvaldo). Técnico: Paulo Amaral (interino)
Sevilla: Sánchez Rojas, Felices (Herrera II) e Campanal; Santín, Ruiz Sosa (Graça) e Achúcarro (Maraver); Agüero, Diéguez, Gómez (Tiravit), Pepillo e Szalay (Navarro). Técnico: Luís Miró
Obs.: Pampolini e Santín foram expulsos no 2° tempo.
Fontes: ABC (de Sevilha) e Boletim do BFR

Último jogo de Amarildo pelo Botafogo:
BOTAFOGO 6 x 0 MADUREIRA
Data: 14/07/1963
Local: General Severiano, Rio de Janeiro
Árbitro: Antônio Viug
Competição: Campeonato Carioca
Gols: Quarentinha, aos 22’ e Jairzinho aos 31’ (1° tempo); Jair Bala, aos 16’, Élton, aos 21’ e Jairzinho, aos 42’ e Jair Bala, aos 44’ (2° tempo)
Botafogo: Manga, Paulistinha, Nagel, Nílton Santos e Rildo; Ayrton e Élton; Jairzinho, Quarentinha, Amarildo e Jair Bala. Técnico: Danilo Alvim
Madureira: Vilanova, Bitum, Alfredo, Odir e Naí; Beto e Fará; Telê, Batata, Bezerra e Alfredinho. Técnicos: Áppio Rodrigues e Apel Acelino do Nascimento, que substituíram Samuel Lopes demitido
Fonte: Jornal dos Sports

COMPETIÇÕES – JOGOS – GOLS:
Campeonato Carioca (1958 a 1963) – Jogos: 78; Gols: 41
Torneio Rio-São Paulo (1959 a 1963) – Jogos: 40; Gols: 21
Campeonato Brasileiro / Taça Brasil (1962) – Jogos: 05; Gols: 03
Taça Libertadores (1963) – Jogos: 02; Gols: –
Amistosos e Torneios (1959 a 1963) – Jogos: 106; Gols: 70
TOTAL – Jogos: 231; Gols: 135

Obs.: 1) Entre 1958 e 1959 (categoria aspirante – competições e amistosos) marcou 15 gols em 33 jogos; 2) No Torneio Início (1961) atuou em três jogos e marcou um gol; 3) Negociado com o A.C. Milan (Itália) em 1963, por Cr$340.000.000,00 (moeda da época) (*), recebidos pelo BFR em 30 de julho (Jornal do Brasil, de 31/07/1963), tendo a seguir atuado pela A.C.F. Fiorentina e A.S. Roma, posteriormente retornando ao Brasil, onde defendeu o C.R. Vasco da Gama na temporada de 1974.

(*) – Para efeito de comparação, ainda em 1963 o Botafogo viria a adquirir o passe de Gérson, o ‘Canhotinha de Ouro’, ao C.R. Flamengo, pela quantia de Cr$150.000.000,00 – importância até então recorde em negociações entre clubes brasileiros (Jornal do Brasil, de 17 e 18/09/1963).

TÍTULOS PELO BOTAFOGO:
Bicampeão Carioca de Aspirantes (1958 e 1959).
Campeão do Torneio Início (1961).
Bicampeão Carioca (1961 e 1962).
Campeão do Torneio Rio-São Paulo (1962).
Quadrangular de Bogotá (1960).
Triangular Internacional da Costa Rica (1961).
Pentagonal do México (1962).
Torneio de Paris (1963).

ARTILHARIA:
Campeonato Carioca
1961 – 18 gols

Torneio Rio-São Paulo
1962 – 8 gols

SELEÇÃO BRASILEIRA PRINCIPAL (1961 a 1963, PERÍODO DO BOTAFOGO F. R.):
Estreia – 30/04/1961 – 2 x 0 Paraguai (Taça Oswaldo Cruz), Assunção.
Jogos – 19
Gols – 8

2 comentários:

  1. Claudio. Grande lembrança do Amarildo, nessa época em que ele vai vencendo uma doença séria, recebendo o carinho do clube e da nossa torcida. Um abraço, Marcos

    ResponderExcluir
  2. Olá, Marcos.
    Coincidiram: a recuperação do Amarildo, a homenagem prestada a ele pelo Clube e a nossa
    postagem.
    Os nossos craques jamais podem ser esquecidos!

    Saudações Botafoguenses Campeãs!

    ResponderExcluir